terça-feira, 22 de setembro de 2009

BALÕES ESPORTE CLUBE

Mau pensei em homenagear seios e veio-me à memória certa conversa que tive com uma musa e amiga do peito sobre este tema, assim como a gratificante sensação experimentada quando ela mostrou-me pela primeira vez suas farturas mamárias: Um misto de libido poética e disposição para uma boa sacanagem; mas também vontade de mamar. É, vontade de mamar o leitinho daquelas tetas acompanhado com uns biscoitinhos de maizena.
Será que a minha amiga do peito sabe que sinto essas coisas por suas tetas ? Suspeito que sim, e a despeito do que ela pense a meu respeito, eu quero mais é come-la pendurada no parapeito, afinal estamos num país livre onde, segundo o mestre Millôr Fernandes, livre pensar é só pensar. Ademais, a vida pode não ser perfeita, mas as mulheres são equipadas com seios. E digo mais: Eles possuem formas distintas e cores vivas.
Vamos começar nossa lista com o tipo café-com-leite: Branquinhos, contrastados por enormes auréolas pretas. Nhã, nhã ! Já para os gananciosos indico os tamanho família estilo norte americanos, vulgarmente apelidados de Dixie Dynamite em homenagem à atriz pornô mais peituda do planeta. " Os Dixie " costumam inspirar nos homens sensações ligadas ao vinculo maternal. Muita gente respira mais acelerado porém, diante dos modelos indigenas, muito comuns na America latina. Igualmente comum nessa parte do mundo é ver mulheres brancas dotadas de mamas africanas, resultado exótico da miscigenação. Uma delícia !
Ainda no campo do exotismo, a última palavra são os incriveis puffy nipples, chamados assim devido as auréolas inchadas. Geralmente rijos, de tamanhos médios e pequenos, ocupam a categoria de jóia rara. Estima-se que em cada grupo de aproximadamente mil mulheres, apenas uma é puffy nipple autêntica. Só para se ter idéia, eu, do alto da minha experiência seiológica jamais apalpei, mamei ou mordisquei um puffizinho sequer. No entanto, ao invés da lamentação aproveito o momento aconselhando aos homens que amem os seios das suas mulheres. Não parece razoavel prá vocês ?

9 comentários:

Enzo de Marco disse...

Olá meu caro e ilustrissimo Jorginho, diante mão parabenizo pelo texto e digo que assim como vc sou um grande admirador de uns tetas , uns seios lindo , gostosos e suculentos.
Acredito ser um meio de campo desse timeeeeeee kakakka
abração irmãooo

Figueredo Dias disse...

Olá meu querido Jorge, gostei de sua postagem; é hilária.bjos!

Pregos Abstratos disse...

Haha, valeu pelo coment, sacana. Não to em busca do "novo" não, relaxa, hehe. Ainda nem ouvi falar desse sociólogo, mas pelo nome do livro, deve ser mais um reaça novo na praça. Aliás, a nova onda do momento é ser reaça e ler os pseudo-livros de Plínio Salgado, QUE JUVENTUDE É ESSA?!haha

Tetas Uber Alles!!!

MARRENTINHA disse...

SALVE JORGE
KKK
VC É UMA ONDA HEM
DE MODO QUE, TAL QUE
DE MANEIRA TAL DE FATO QUEI..
KKKKKKK
ANE AINDA LEMBRA DE ME SEU BANDIDO

Chuvinha disse...

A coisa anda tão assexuada que poucos se lembram de seios...rs

Beti Timm disse...

Amigo do peito,

assim que deve te cmar essa tua amiga, né?
E acho que ela deve se sentir muito honrada, em ter um admirador de seus seios como vc. Mas ela já deve ter te dito isso e agradecido muito. Se não fez isso, agradeço por ela, em nome das mulheres de seios fartos!(e bonitos, é claro)

Beijinhos

Rafael Medeiros disse...

Man, fiz uma méarrrda no meu Blógui, por isso não estavas conseguindo comentar lá. Mas já desfiz. Abraço. SALUTE!!!

Cris disse...

Oi, Jorgito...

Casa reformada, voltando `a ativa ( ou quase). Pois então gostas de mulheres de peito? Engraçado, também gosto de homens de peito . ( figuradamente falando, claro ).

Beijão.

Anônimo disse...

Realmente tetas "puffies" são raras. Tive uma (1) oportunidade de mamar "puffies". Foi quando saí com a vizinha do predio em frente ao meu, em Santos. Eu batia punheta para ela toda vez que aparecia de baby-doll na janela. Desejava mamar nas tetas da minha querida vizinha, mas não imaginava qua as mamas semi-reveladas pelo tecido transparente eram "puffies" Quando finalmente fomos ao motel, a Angela tirou a blusa e revelou as suas jóias mamárias. Eram "PUFFIES" autênticas. Mamei como nunca tinha mamado uma mulher. As areolas "puffies" arrepiam de voltam a ficar estufadas em segundos. É a coisa mais linda do universo ver tetas "puffies" arrepiando e estufando ante nosso olhos, quando tiramos a boca dos bicos. Mamar em "puffies" então... é o presente maravilhoso que uma mulher pode dar a um homem! Imagino se tivessem leite então! Sentir leite da mulher desejada sendo esguichado em jatinhos deliciosos dentro da nossa boca a acda mamada é uma delícia sem tamanho, que me fazer esporrar de prazer. Tetas são apaixonantes, e "puffies" são delirantes. Realmente, amem as tetas de suas mulheres, e se forem "puffies", mamem com carinho, pois são jóias mamárias sem preço.